terça-feira, 23 de junho de 2009

Ao ler Jefferson Bessa



é à noite que os fantasmas da falta
se instalam nos espaços
e sobre seus traços cegos
nos alertam

cobre a noite com seu manto
os pontos-luz e de visão
e no arco da cidade adivinho
amores outros, que não faltam

2 comentários:

  1. Amigo, o poema é muito lindo! De um sensibilidade imensa. Vou postar no meu blog. Muito grato. Adorei.

    Um forte abraço.
    Jefferson.

    ResponderExcluir
  2. você é o co-autor desses versos...

    ResponderExcluir