terça-feira, 19 de maio de 2009

Você me diz que eu devia


Você me diz que eu devia
escrever um poema por dia.
Que eu devia inundar o espaço
de palavras.
Você me diz tanta coisa
você me acalenta e consola
você é agora
um pouco de tudo que vi
um resto do amor que fluiu
você me diz isso e aquilo
e em seus lábios inexistentes
tudo se faz amanhã.

Acho que você tem razão, eu devia
escrever um poema por dia.

2 comentários:

  1. a palavra

    pres(s)ente


    [a lavra
    do
    futuro]

    ResponderExcluir
  2. sim, amigo, a palavra pressente o que se vai dizer... às vezes foge, se esconde... às vezes grita, se irrita, e diz
    estou aqui...

    ResponderExcluir