segunda-feira, 7 de março de 2011

para Jefferson Bessa



SEU VERSO SERPENTEIA
NA MINHA IMAGINACAO
CARNAVALESCA

solta
livre
enroscada
essa serpentina
faz
meu carnaval



porque a beleza está
no imaginar

a imaginação é minha
dentro de mim

o que está fora é só uma sombra
a sombra de uma sombra

como na caverna de platão

somos sonhos

os corpos passeiam pelos sonhos

pelo que somos

a lembrar



4 comentários:

  1. Muito grato, Rogel! Adorei. Acabo de postar nos meus blogs. Um grande abraço.
    Jefferson.

    ResponderExcluir
  2. foi poema anti-carnaval que me fez escrever

    ResponderExcluir
  3. Rogel, querido amigo, que coisa mais linda este poema!
    Sim, somos sonhos, somos o que nossa imaginação, liberta, nos permite ser - para além do que é supostamente real.

    Beijos

    Márcia

    ResponderExcluir
  4. obrigado
    amiga Marcia Sanchez Luz
    amiga dos amigos
    luz

    ResponderExcluir