domingo, 4 de julho de 2010

por mais negra que seja a noite

por mais negra que seja a noite
devemos esperar pelo amanhã
o sol, bem ou mal, será esperado
a luz diamante apontará no risco
e nós nos amaremos outra vez

feliz quem sabe que
tudo passa
e que o mundo
recomeça sem outro mesmo

2 comentários:

  1. Sua poesia é bela, doce,singela como a luz da manhã! Mt bom!

    ResponderExcluir
  2. muitissimo abrigado, amigo
    por sua leitura
    por suas palavras amaveis

    ResponderExcluir