sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

o estar no mundo

estar no mundo
brincando de te beijar
sentir tua língua o peito
como se deve amar...
como eu gostaria que fosse
esse poema descrito
por mim que gosta sê-lo
e poderia retê-lo
amante na placidez
daquela tarde risonha
que só de versos alegra

Nenhum comentário:

Postar um comentário